OUT

studium @ Poster MOSTRA 2018 3/5

Uma a uma mostramos as nossas propostas para o Poster MOSTRA

TÍTULO
“(IN)SUBMISSO”
 

Veículo de comunicação em massa: o Poster. Propagador de identidades, marcas, dogmas, artes, vozes e protestos. Se for passível de ser comunicado, é passível de ser posterizado, disseminado e absorvido pelas massas – por uma sociedade nem sempre consciente de todas as realidades que a intersectam. O confronto dá-se no momento em que o Poster é transportado para a exposição exterior, em espaço público. Prevê-se a proteção do interlocutor, do visitante observador, a necessidade de criar uma redoma bloqueadora de ideologias, afinidades, expressões e visões fraturantes. No ato de enaltecer o Poster, arrisca-se a perda de uma parte vital da sua função: a de desestabilizar, desconfortar, de romper com o quotidiano do cidadão comum e com a indiferença da auto-absorção. Da reação à sequência de raciocínios acima descritos, surge esta submissão. Sedenta de provocar sem impor perspetivas ideológicas individuais sobre cada tema. Controlada, intencional, num equilíbrio ponderado entre o visualmente sugestivo e o textualmente explícito. O poster apresenta-se em primeiro plano com uma sequência de termos que negam ou neutralizam ideológica e fisicamente a figura central (assexuado, apolítico, etc). Esta remoção de conceitos fraturates à representação humana (o autor) entra em conflito com a forma como os termos são apresentados: crus, quase em conflito com o interlocutor. Constrangido por elementos gráficos vermelhos, que “invertem” o autor, são permitidos apenas breves vislumbres da sua figura, da sua humanidade forçadamente neutralizada. Conclui-se o poster com a frase “este é um poster perfeitamente seguro para consumo público”. Em segundo plano, quase como um disclaimer, fica esta sugestão de uma crítica, uma última provocação. O ciclo completa-se desta forma: na evocação dos temas que podem abalar o público sem ser necessário um confronto concreto.

Pedro Sequeira