OUT

studium @ Poster MOSTRA 2018 2/5

Uma a uma mostramos as nossas propostas para o Poster MOSTRA

 

TÍTULO
“uma rocha dançante chamada mulher”

O poster representa um texto escrito depois de ver a peça de dança da Pina Bausch sobre o tema de Tchaikovsky “Rites of Spring”. O contexto de pesquisa sobre dança contemporânea a propósito de um projeto em desenvolvimento fez-me pensar na complexidade e camadas de informação/interpretação que vivem dentro de um mensageiro corporal.
Formas anoréticas, formas de lenço, formas feitas de rochedo, formas de coração : lânguido de uma mulher a descobrir o que é, entre Humanos, também.
Graficamente, destaco o elemento chave que acompanha toda a peça : o objeto que identifica a Mulher, a maturidade feminina, o seu ganho e perda; a chegada à puberdade. Esta representação machucada (porque todos os Homens se magoam na descoberta de existência) é o ponto fulcral.
O texto completa a imagem central e, uma vez mais, somos levados à interpretação livre porque o conteúdo escrito é de difícil leitura. Há uma forma de destaque, uma forma que é misto de lenço vermelho com plástico, rochedo e coração; uma mistura de nobreza com desrespeito e vagabundice. Um misto de tudo. O destaque da expressão “formas anoréticas” “rochedo dançante” (como uma afirmação do significado da peça de dança, apenas compreensível a quem a vê, vejam por favor) indicia uma história estranha, dando aso a um poster clássico (pela composição) e difícil (pela composição amplificada de tensão, monstrificada, espelhada num eterno reflexo de continuidade).

DESCRIÇÃO DE ELEMENTOS

a cor
vermelho . a cor que surge com a chegada da mulher. cor de estranheza, cor de violência, cor de paixão

beje . calmo, pacífico, o início da cor da terra, do homem, da escuridão numa transição galvanizadora e poderosa

o gradiente
o gradiente representa uma transição entre significados, entre a paixão vermelha e a assunção da brutalidade indicada ao canto inferior direito

a rocha/o lenço/o saco
o elemento principal, a imagem de um saco plástico interpretado até se tornar numa pedra, dura; num rochedo, num antagonista da sensibilidade feminina

o frame
o frame é a mensagem, o frame é o mais dificil de ler pela posição contornada ao retângulo. o frame descrimina toda a imagética, explica todo o poster

a composição
simples, clássica, numa intenção de foco, centralizada no que mais quero mostrar : a mulher poderosa, a mulher renascida

o reflexo
esse eterno loop de crescimento e de continuidade, nasce um novo ciclo, uma nova rocha, uma nova mulher, mais suave, mais leve, mais anorética

o ruído
brutalidade, apenas e só o reforço da brutalidade, da criação e da destruição

 

awcat . Catarina Rodrigues